BEM-VINDOS

A língua é uma das minhas maiores paixões - seja no campo da linguística seja relativa ao paladar. Este blog está centrado na primeira opção, mas de tudo um pouco pode ser encontrado aqui: leituras deleite, dicas, tira-dúvidas, análises linguísticas e tópicos de gramática normativa, curiosidades, humor e muito mais. Está esperando o quê?! Professor Diogo Xavier

Curta e acompanhe nossa página no Facebook

quinta-feira, 22 de maio de 2014

EU RI ou EU RIR

Dica rápida de verbo. 
Para falar algo que você fez, normalmente se usa o pretérito perfeito. Mas os verbos da terceira conjugação (-ir) oferecem alguma dificuldade aos colegas 'facebookeanos' na primeira pessoa.
No pretérito, não usamos 'r' no fim do verbo, portanto: eu curti, eu ri, eu sorri, eu li, eu vi.
Quer uma dica? Troca o sujeito por 'ele'. Se não tiver o 'r' no final, também não terá na primeira pessoa.
Ele riu - eu ri
Ele curtiu - eu curti

Ele vai saiR - Eu vou saiR
Convidou para curtir - convidei para curtir.


É isso, jovens, até a próxima postagem.

Não esqueçam de visitar: facebook.com/minhalinguaeeu

keywords: verbo duvida dicas gramatica

terça-feira, 20 de maio de 2014

Meio ou meia

ELA ESTÁ MEIA CANSADA? Não faltam engraçadinhos de plantão para corrigir: como a meia fica cansada? Enjoou do sapato?
Pois bem, parece complicado, mas não é. MEIO, quando for advérbio, não varia para o feminino nem para o plural. Quando for adjetivo, varia para concordar com a palavra que está determinando.

Traduzindo para o bom e velho português:

MEIO quer dizer metade? Varia para o feminino e para o plural: meias palavras; meia melancia, meio limão.

MEIO quer dizer um pouco, um mais ou menos? Invariável: meio atrapalhadas, meio cansados, meio confusa.

Simples, não?
visite: facebook.com/minhalinguaeeu

keywords: meio meia adverbio adjetivo concordancia gramatica

domingo, 18 de maio de 2014

CONHECIDÊNCIA EXISTE?

Conhecidência? O que é isso?

Ouvi algumas dezenas de vezes de pupilos e pessoas no dia-a-dia a expressão "conhecidência". Essa palavra, na verdade, não existe na norma culta da língua portuguesa, é na verdade uma "corruptela" de COINCIDÊNCIA, essa sim, consta no vocabulário padrão e pode ser usada e abusada. 
Fica a dica. 
Abraço a todos.
Xavier

visite: facebook.com/minhalinguaeeu

Professor Diogo Xavier

keywords: coincidencia ortografia portugues dicas

FAÇA SUA BUSCA POR ASSUNTO AQUI