BEM-VINDOS

A língua é uma das minhas maiores paixões - seja no campo da linguística seja relativa ao paladar. Este blog está centrado na primeira opção, mas de tudo um pouco pode ser encontrado aqui: leituras deleite, dicas, tira-dúvidas, análises linguísticas e tópicos de gramática normativa, curiosidades, humor e muito mais. Está esperando o quê?! Professor Diogo Xavier

Curta e acompanhe nossa página no Facebook

quinta-feira, 8 de março de 2012

Crônica: Fica, vai ter boato.

Em fim de abril e início de maio do ano passado (2011), acontecia, na Região Metropolitana do Recife, uma chuva constante que causou diversos transtornos na capital pernambucana e regiões adjacentes, entre os quais figura um fato inusitado: um boato que fez o Recife parar - ou se agitar mais, a depender do ponto de vista. Nesse dia, na ida para o trabalho, notei que um dos rios que cortam o centro estava com um nível bastante alto e com a corrente bastante forte, arrastando galhos e pedaços de casas de palafitas [¬¬'].Quando eu voltava do trabalho, pelo metrô, notei uma certa euforia nas pessoas, fila incomum para entrar na estação de metrô, ônibus cheios, pessoas andando apressadas e discussões calorosas, e isso já era quando a confusão, de que eu tomaria conhecimento mais tarde, se acalmara. Convenientemente, enquanto buscava informações sobre o fato, encontrei uma postagem num blog de moda <http://www.batidasalvetodos.com.br>, que contava o fato na visão de quem se encontrou no meio do problema. E essa postagem se encaixa perfeitamente no gênero crônica, que eu estava (convenientemente, como eu disse) estudando com alunos do 1º ano médio. Este ano, volto a utilizá-lo e estou publicando aqui para facilitar o acesso aos alunos que desejem ler com mais calma. Pois bem, sem mais falatório, aí vai o texto (é um tanto longo, mas vale a pena o tempo dedicado) , disponível AQUI:


Fica, vai ter boato!

Téta Barbosa

Conseguimos mais um feito histórico: somos agora, oficialmente, a cidade mais boateira do MUNDO! Não basta ter o melhor carnaval, a maior avenida, o maior shopping, o maior bloco. Temos agora o maior boato!
- Alô, filha? Você está onde?
- No carro indo pro shopping.
- Volte AGORA! Vá pra casa! A barragem de Carpina transbordou, o nível do Capibaribe subiu e às 17:15, exatamente (meu pai sempre foi pontual), teremos maré alta. Isso significa muita água.
Dei meia volta (acreditar no pai é prerrogativa fundamental para sobrevivência familiar) enquanto meu telefone tocou de novo.
- Alô, irmã? Tais onde?
- Já sei. É pra ir pra casa.
- Não! É pra ir pro TWITTER agora. O boato se espalhou e as frases estão impagáveis. #adoroboato
Quando eu cheguei em casa, o mundo já tinha se acabado (segundo o twitter). Carpina já tinha virado Tapacurá, a cidade estava alagada e a arca de Noé já estava vendendo passagens antecipadas (com saída prevista para as 17:15 precisamente). Uma onda de 30 metros se aproximava do Shopping Plaza (que, por este mesmo motivo fechou suas portas às 16h). Pânico, correria e confusão (imagine no dia que o Shopping Recife fechar, dizia@jeufigueiroa).
As empresas começaram a liberar seus funcionários (essa parte não é boato). Escolas fecharam, faculdades cancelaram as aulas, reuniões foram remarcadas, as linhas telefônicas ficaram congestionadas. Isso tudo antes da maré alta.
Resultado: o maior engarrafamento que o Recife já viu na vida (olha aí, temos outro record).
Agamenon transbordou (de carros). Os canais encheram (de lixo) Recife alagou (de boatos).Tapacurá explodiu (no trending topics).
Sim, no Trending Topics internacional só dava Tapacurá. Imagina o gringo, que toma conta do Trending Topics se perguntando:  “Que porra é Tapacurá? Será um novo jogador da seleção brasileira?”
Enquanto isso, @lusenalto avisava: “Acharam o corpo de Bin Laden boiando no canal da Agamenon após inundação” . A “notícia” foi confirmada pelo jornalista @santoskk que dizia com convicção ” Casa Branca confirma: corpo de Bin Laden não foi jogado ao mar, mas nas correntezas do Capibaribe” e pra completar, nossa presidenta Dilma anunciava a criação do BALSA-família para Recife!
Calma, calma, isso tudo faz parte da ação de marketing da COMPESA, que assim como a Prefeitura tem o lema: A gente faz, depois a gente mostra! Então? A gente não prometeu água e esgoto em TODO o RECIFE?
O jornalista @joaovaladares (que assim como @santoskk) já tinham aderido ao movimento #assumaseuboato , clamava por um posicionamento do Prefeito.  “João da Costa, vai que é tua. Olha a chance de aparecer e salvar seu mandato”.
João da Costa? E ele existe? Nessa confusão, eu podia jurar que ele era mais um boato!
Ou sei lá, depois de Madrid soube que ele foi visto no casamento de Kate e William e de lá seguia para a missa de sétimo dia de Bin Laden.  Sabe como é, esse pessoal político é muito ocupado com essas coisas importantes. Eles não tem tempo pra ficar twittando boato de enchente,né?
@santoskk, pra acalmar os ânimos avisou em off ( e entre aspas, porque já era um RT)  :  “Não diz p ninguém p não gerar pânico, mas tá dando um metro de água na Igreja da Sé.”
E o #assumaseuboato bombava nos trends de Raincife.
O pobre do @carlospercol (PercolMeuFilho, para os íntimos – que é assessor de imprensa do Governador Eduardo Campos, amigo de infância do meu irmão e o nome do peixe do meu filho)  suava (eu imagino)  e twittava sem parar : “A situação está sob controle. O Governador avisa que não há motivo para pânico. Tapacurá (mas não era Carpina? ) está funcionando normalmente”.
Percol, meu filho, a gente só quer saber se Eduardo é ou não é filho de Chico Buarque! Ele vai falar sobre isso na coletiva?
Fora do twitter, na vida real, o engarrafamento tomava proporções épicas. Tudo parado! No rádio tocava sem parar “Tomar banho de canal quando a maré encher” (versão de Nação Zumbi porque, por mais que Fabinho seja gatinho, é desafinado que dói).
E o boato crescendo, e o boato crescendo . As compotas da barragens de Carpina vão estourar a qualquer momento!
- Pessoal, quem tem COMPOTA é doce de goiaba, ok?, ensinava @williampaiva
Nunca, em toda minha vida, tive tanta pena de jornalista. A pobre da @clagoes twittava aflita: “é boato, é boato” e dava, como boa jornalista, informações (daquelas, de verdade). Alguém queria ouvir? Claro que não! @realejo inclusive sugeriu: “se a gente continuar o boato até amanhã de manhã, vai ter feriado prolongado em Recife” #assumaseuboato
Meu medo começou quando os amigos (vários) avisaram : estamos indo pra tua casa. O boato é que Aldeia é o único lugar que não vai alagar!
O que eu posso dizer, além de: “alguém traz a cerveja, por favor”
Agora sério: pra quem não é de Recife e não entendeu porra nenhuma desse post, eu explico! Em 1975 (na era pré twitter) surgiu um boato (dos grandes) que a recém inaugurada Barragem de Tapacurá havia estourado e que, uma onda de mais de 30 metros iria destruir o Recife. Pânico é pouco pra descrever a confusão. Histórias hilárias (hoje, porque no dia foram trágicas) surgiram desse desespero coletivo. Toda reunião familiar que se preze, depois de algumas cervejas, sempre acaba com as narrativas do dia que a represa não explodiu! Isso virou até filme (dirigido por Nelson Caldas), piada, conto, música.
No fundo, dá até um alívio ter participado do boato de hoje. Pelo menos vou ter o que contar para meus netos!
- Oxe Téta, esse blog não é sobre moda?
- Mas, se Tapacurá tá no TRENDING TOPICS internacional, é porque tá na moda!
Ah, quase que eu ia esquecendo: não alagou, não chuveu, não transbordou.  Agora, se Dudu é ou não filho de Chico Buarque, isto ainda não está devidamente esclarecido!

FAÇA SUA BUSCA POR ASSUNTO AQUI